terça-feira, 16 de outubro de 2018

DEUS PROCURA

Esta é uma história verídica, narrada por John Powel, S.J., professor de Teologia da Fé, da Loyola University de Chicago, EUA:
Um dia, há muitos anos atrás, eu estava de pé na porta da sala, esperando meus alunos entrarem para nosso primeiro dia de aula do semestre. Foi aí que vi Tom, pela primeira vez. Não consegui evitar que meus olhos piscassem de espanto. Ele estava penteando seus cabelos longos e muito loiros que batiam uns vinte centímetros abaixo dos ombros. Eu nunca vira um rapaz com cabelos tão longos. Acho que a moda estava apenas começando nessa época.
Mesmo sabendo que o que importa não é o que está fora, mas o que vai dentro da cabeça, naquele dia eu fiquei um pouco chocado. Imediatamente classifiquei Tom com um” E “de estranho... muito estranho!”.
Tommy acabou se revelando o "ateísta de plantão" do meu curso de Teologia da Fé. Constantemente, fazia objeções ou questionava sobre a possibilidade de existir um Deus-Pai que nos amasse incondicionalmente. Convivemos em relativa paz durante o semestre, embora eu tenha que admitir que às vezes ele era bastante incômodo. No fim do curso, ele se aproximou e me perguntou, num tom ligeiramente irônico:
- O senhor acredita mesmo que eu possa encontrar Deus algum dia?
Resolvi usar uma terapia de choque: - Não, eu não acredito! -respondi.
- Ah! - ele respondeu - Pensei que era este o produto que o senhor esteve tentando nos vender nos últimos meses.
Eu deixei que ele se afastasse um pouco e falei, bem alto:
- Eu não acredito que você consiga encontrar Deus, mas tenho absoluta certeza de que Ele o encontrará um dia. Ele deu de ombros e foi embora da minha sala e da minha vida.

Algum tempo depois soube que Tommy tinha se formado e, em seguida, recebi uma notícia triste: ele estava com um câncer terminal. E antes que eu resolvesse se ia à sua procura, ele veio me ver. Quando entrou na minha sala, percebi que seu físico tinha sido devastado pela doença e que os cabelos longos não existiam mais, devido à quimioterapia. Entretanto, seus olhos estavam brilhantes e sua voz era firme, bem diferente daquele garoto que conheci.

- Tommy, tenho pensado em você. Ouvi dizer que está doente! - falei.
- Ah, é verdade, estou seriamente doente. Tenho câncer nos dois pulmões. É uma questão de semanas, agora.

- Você consegue conversar bem a esse respeito?
- Claro, o que o senhor gostaria de saber?

- Como é ter apenas vinte e quatro anos e saber que está morrendo?
- Acho que poderia ser pior.

- Como assim?
- Bem, eu poderia ter cinqüenta anos e não ter noção de valores ou ideais, ou ter sessenta anos e pensar que bebida, mulheres e dinheiro são as coisas mais "importantes" da vida.

Lembrei-me da classificação que atribuí a ele: "E" de "estranho" (parece que as pessoas que recebem classificações desse tipo, são enviadas de volta por Deus para que eu possa repensar o assunto).
- Mas a razão pela qual eu realmente vim vê-lo - disse Tom - foi a frase que o senhor me disse no último dia de aula. (Ele se lembrava!...)
Tom continuou: - Eu lhe perguntei se o senhor acreditava que eu encontraria Deus algum dia e o senhor respondeu 'Não', o que me surpreendeu. Em seguida, o senhor disse, "mas Ele o encontrará". Eu pensei um bocado a respeito daquela frase, embora na época não estivesse muito interessado no assunto. Mas quando os médicos removeram um nódulo da minha virilha e me disseram que se tratava de um tumor maligno, comecei a pensar com mais seriedade sobre a idéia de procurar Deus. E quando a doença se espalhou por outros órgãos, eu comecei realmente a dar murros desesperados nas portas de bronze do paraíso. Mas Deus não apareceu. De fato, nada aconteceu. O senhor já tentou fazer alguma coisa por um longo período, sem sucesso? A gente fica cansado, desanimado.
Um dia, ao invés de continuar atirando apelos por cima do muro alto atrás de onde Deus poderia estar... ou não... eu desisti, simplesmente. Decidi que de fato não estava me importando... com Deus, com uma possível vida eterna ou qualquer coisa parecida. E decidi utilizar o tempo que me restava fazendo alguma coisa mais proveitosa. Pensei no senhor e nas suas aulas e me lembrei de uma coisa que o senhor havia dito noutra ocasião: "A tristeza mais profunda, sem remédio, é passar pela vida sem amar. Mas é quase tão triste passar pela vida e deixar este mundo sem jamais ter dito às pessoas queridas o quanto você as amou.
Então resolvi começar pela pessoa mais difícil: meu pai. Ele estava lendo o jornal quando me aproximei dele: - Papai...eu disse.
- Sim, o que é? - ele perguntou, sem baixar o jornal.
- Papai, eu gostaria de conversar com você.
- Então fale.
- É um assunto muito importante!

O jornal desceu alguns centímetros, vagarosamente. 
- O que é? 
- Papai, eu o amo muito. Só queria que você soubesse disso.

O jornal escorregou para o chão e meu pai fez duas coisas que eu jamais havia visto: Ele chorou e me abraçou com força. E conversamos durante toda à noite, embora ele tivesse que ir trabalhar na manhã seguinte. Foi tão bom poder me sentar junto do meu pai, conversar, ver suas lágrimas, sentir seu abraço, ouvi-lo dizer que também me amava!... Foi uma emoção indescritível!
Foi mais fácil com minha mãe e com meu irmão mais novo. Eles choraram também e nós nos abraçamos e falamos coisas realmente boas uns para os outros. Falamos sobre as coisas que tínhamos mantido em segredo por tantos anos, e
que era tão bom partilhar. Só lamentei uma coisa: que eu tivesse desperdiçado tanto tempo, me privando de momentos tão especiais. Naquela hora eu estava apenas começando a me abrir com as pessoas que amava.

Então, um dia, eu olhei, e lá estava ELE. Ele não veio ao meu encontro quando lhe implorei. Acredito que estava agindo como um domador de animais que, segurando um chicote, diz: - Vamos, pule! Eu lhe dou três dias.. três semanas...
Parece que Deus não se deixa impressionar. Ele age a Seu modo e a Seu tempo. Mas o que importa é que Ele estava lá. Ele me encontrou... O senhor estava certo. Ele me encontrou mesmo depois de eu ter desistido de procurar por Ele.
Tommy - eu disse, bastante comovido - o que você está dizendo é muito mais importante e muito mais universal do que você pode imaginar. Para mim, pelo menos, você está dizendo que a maneira certa de encontrar Deus, não é fazendo Dele um bem pessoal, uma solução para os nossos problemas ou um consolo em tempos difíceis, mas sim se tornando disponível para o verdadeiro Amor. O apóstolo José disse isto: "Deus é Amor e aquele que vive no Amor, vive com Deus e Deus vive com ele".
- Tom, posso pedir-lhe um favor? Você sabe que me deu bastante trabalho quando foi meu aluno. Mas (aos risos) agora você pode me compensar por aquilo. Você viria à minha aula de Teologia da Fé e contaria aos meus alunos o que você acabou de me contar? Se eu lhes contasse não seria a mesma coisa, não tocaria tão fundo neles!
- Oooh!... eu me preparei para vir vê-lo, mas não sei se estou preparado para enfrentar seus alunos.
- Então, pense nisto. Se você se sentir preparado, telefone para mim.

Alguns dias mais tarde, Tom telefonou e disse que falaria com a minha turma. Ele queria fazer aquilo por Deus e por mim. Então marcamos uma data.
Mas, o dia chegou... e ele não pode ir. Ele tinha outro encontro, muito mais importante do que aquele. Ele se foi... Tom havia dado o grande passo para a verdadeira realidade. Ele foi ao encontro de uma nova vida e de novos desafios.
Antes de ele morrer, ainda conversamos uma vez.
- Não vou ter condições de falar com sua turma. - ele disse.
- Eu sei, Tom.
- O senhor falaria com eles por mim? O senhor falaria... com todo mundo por mim?
- Vou falar, Tom. Vou falar com todo mundo. Vou fazer o melhor que puder.

Portanto, a todos vocês que foram pacientes, lendo esta declaração de amor tão sincera, obrigado por fazê-lo.
E a você Tommy, onde quer que esteja, aí está: eu falei com todo mundo... do melhor modo que consegui. E espero que as pessoas que tiveram conhecimento desta história, possam contá-la aos seus amigos, para que mais gente possa conhecê-la...".
"OS AMIGOS SÃO O MEIO PELO QUAL DEUS GOSTA DE CUIDAR DE NÓS!...” QUE FALEMOS PARA AS PESSOAS QUE VERDADEIRAMENTE NOS AMAM: - EU TE AMO
“Não diga pra Deus que você tem um grande problema, diga pro seu problema que você tem um grande Deus”· (Júlio Heringer.)

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

A DOR DA ÁGUIA E O RENASCER DA FÊNIX

Dois textos que marcam profundamente a quem sofre ou já passou por um grande sofrimento...
Na história da águia, por volta dos 40 anos ela tem que se retirar para o alto de um penhasco, quebrar seu velho bico, arrancar as velhas penas, quebrar suas velhas garras e esperar quarenta dias de dor e fome para que tudo cresça novamente. Depois deste período de fome e dor, a águia volta aos céus majestosamente e vai à caça e impiedosamente mata suas vítimas que lhe servirão para matar a fome no longo período de recuperação.
Na história da Fênix, esta ave mitológica, ao passar por um longo período de grande sofrimento, incendeia-se a si própria transformando-se em cinzas, que ao nascer do novo dia renascem e se transformam em uma nova Fênix, agora portando o fogo como sua proteção absoluta, queimando tudo e todos que lhe fizeram sofrer...
Na história do ser humano, às vezes, o sofrimento é tão intenso que primeiro a gente se retira para um "penhasco - solidão" e destrói tudo que nos machuca e impede de viver bem e ao mesmo tempo queima aqueles sentimentos que nos causam sofrimentos...
O novo ser humano renovado e renascido de suas próprias cinzas torna-se muito forte e por outro lado extremamente incapaz de sentir e amar novamente... E o sorriso desaparecerá para sempre de sua vida...
A solidão do lobo nas estepes será sempre a sua companheira, as novas matilhas já não o atraem mais... Viver só e em um patamar acima da mediocridade humana tornar-se-á sua bandeira e sua fortaleza até que um dia esteja habilitado à conhecer as maravilhas do outro lado...
Pensamentos do Tio Vavá...

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Durval Pereira Neves Homenageado

Ontem, dia 07.12.2015, foi um dia muito especial...

Meu pai, Durval Pereira Neves, com quase 95 anos de idade foi homenageado na sessão da Câmara Municipal de Araçatuba pelos relevantes seviços prestados na Comunidade do Bairro Traitu.

Em requerimento da Vereadora Beatriz Soares Nogueira foi votado um voto de Aplauso ao meu pai, que ficou muito emocionado. A vereadora queria fazer uma homenagem ainda em vida e valeu a pena estar lá...

Estavam presentes minha mãe, Lázara Sampaio Neves, Dinorá Pereira Neves, Décio Pereira Neves e Luita Neves (neta). Foi uma satisfação estar presente e ter registrado esta ocasião.

Parabéns, meu Pai, Durval Pereira Neves, pelo seu exemplo não só em família como também em todas as comunidades onde viveu... Parabéns!!!

Veja fotos e vídeo do evento...











domingo, 21 de junho de 2015

ROTEIROS PARA REFLEXÃO SOBRE A LITURGIA DOMINICAL

12º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO B - 21/06/2015


JESUS, SENHOR DA NATUREZA
“Não tenham medo!”

COMPROMISSO DE VIDA: Pedir ao Pai do céu que nunca nos falte o dom da fé e da confiança em sua presença em nossa vida. Confiemos na presença de Jesus em todos os momentos da nossa vida! Ele nos convida a vencer nossos medos e inseguranças e enfrentar com coragem e fé as dificuldades que possam aparecer em nossa existência.

As leituras de hoje nos convidam a deixar nossos lugares costumeiros, a perder o medo e partir para a outra margem. Enquanto estivermos dando demasiada atenção aos nossos problemas pessoais (à semelhança de Jó), não teremos abertura para evangelizar o mundo. O mundo parece estar no caos, as ondas se lançam contra a barca, mas Deus está no controle; é necessário arriscar-se em direção ao novo.

Aventurar-se a sair do ambiente judaico foi o desafio das comunidades do final do primeiro século de nossa era. Após a morte de Jesus, em tempos de conflito, perseguições e medo, e contra aqueles que queriam fechar-se num gueto, alguns cristãos sabiam que o evangelho deveria ser anunciado ao mundo inteiro e deram início a uma ousada marcha de saída de si.

Por isso, assegura-nos o apóstolo que as coisas velhas passaram, temos de nos renovar. Vamos abrir as janelas da Igreja para que o vento do Espírito Santo remova todo o mofo que ali se acumulou, como diria o papa João XXIII. Que os pastores tenham o cheiro das ovelhas, diz o papa Francisco.

Deus preocupa-se com os dramas dos homens? Onde está Ele nos momentos de sofrimento e de dificuldade que enfrentamos ao longo da nossa vida? A liturgia do 12º Domingo do Tempo Comum diz-nos que, ao longo da sua caminhada pela terra, o homem não está perdido, sozinho, abandonado à sua sorte; mas Deus caminha ao seu lado, cuidando dele com amor de pai e oferecendo-lhe a cada passo a vida e a salvação.

A primeira leitura fala-nos de um Deus majestoso e omnipotente, que domina a natureza e que tem um plano perfeito e estável para o mundo. O homem, na sua pequenez e finitude, nem sempre consegue entender a lógica dos planos de Deus; resta-lhe, no entanto, entregar-se nas mãos de Deus com humildade e com total confiança.

No Evangelho, Marcos propõe-nos uma catequese sobre a caminhada dos discípulos em missão no mundo… Marcos garante-nos que os discípulos nunca estão sozinhos a enfrentar as tempestades que todos os dias se levantam no mar da vida… Os discípulos nada têm a temer, porque Cristo vai com eles, ajudando-os a vencer a oposição das forças que se opõe à vida e à salvação dos homens.


A segunda leitura garante-nos que o nosso Deus não é um Deus indiferente, que deixa os homens abandonados à sua sorte. A vinda de Jesus ao mundo para nos libertar do egoísmo que escraviza e para nos propor a liberdade do amor mostra que o nosso Deus é um Deus interveniente, que nos ama e que quer ensinar-nos o caminho da vida.

Primeira Leitura: Jó 38,1.8-11
Esta leitura contém a resposta de Deus às perguntas angustiosas de Job e ensina-nos a superar a tentação do desânimo e o desespero, descobrindo na própria solidão e fraqueza, a presença reconfortante de Deus.

Salmo 106/107
O salmo de meditação é um hino de louvor à bondade de Deus que na Sua providência acompanha os homens nas suas dificuldades.

Segunda Leitura: 2 Coríntios 5,14-17
S. Paulo convida-nos a entrar num novo estilo de vida como consequência da nossa inserção no mistério de Cristo Ressuscitado.

Evangelho: Marcos 4,35-41
A atividade libertadora de Jesus é a grande «visita» de Deus que vem salvar o Seu povo. Essa visita é a manifestação do amor compassivo, que atende os mais pobres e necessitados.



Sugestão de páginas para estudo e compreensão de Liturgias Diárias e Dominicais:



Homilias e Sermões com Comentário Exegético:

                                    http://www.npdbrasil.com.br/religiao/rel_hom_gotas0215.htm

Vídeo YouTube:        https://youtu.be/vl38HGWzYYA

MISSA ONLINE (disponível no domingo de 09h00 às 23h00):                                                                                               http://www.npdbrasil.net.br/tvNPD.htm



PISTAS PARA REFLEXÃO

Não tenhamos medo, vamos para a outra margem. Este deve ser o grito de ordem para as comunidades de nosso tempo. Apesar do que vem insistindo o papa Francisco, ainda há muitos católicos que querem uma Igreja fechada, com o evangelho enclaustrado em estruturas arcaicas. Mas Jesus, por meio das Sagradas Escrituras, Palavra de Deus que julga nossas ações, insiste ainda agora, no crepúsculo da história do cristianismo: “Vamos à outra margem, meu Pai está no controle, eu conduzo o barco, as coisas antigas passaram, novas são todas as coisas, não tenham medo!”

A salvação depende disto: reconhecer a presença do Senhor e recorrer à sua ajuda. De fato, ele estava mais próximo do que os discípulos podiam imaginar. Donde a necessidade premente da fé. O Senhor protege a comunidade das investidas do mal. Os discípulos, por estarem em suas mãos, não têm por que temer seus adversários.


Ver texto completo em: Roteiro Homilético Homilético: http://www.npdbrasil.com.br/religiao/rel_hom_roteiro.htm

Dermeval Neves

Fontes externas para Reflexão e dos Comentários das Leituras:
Roteiro Homilético da Revista Pastoral da Paulus: http://vidapastoral.com.br/roteiros

SINAIS DO SAGRADO no NPDBRASIL

Caríssimos Irmãos e Irmãs,

Que a Paz de Jesus e a Ternura de Maria estejam sempre com todos vocês!

Na WEBTV NPDBRASIL - http://www.npdbrasil.net.br/tvNPD.htm - estamos retransmitindo os programas do Padre Reginaldo Manzotti em parceria com a Rede Evangelizar.


No programa SINAIS DO SAGRADO o Padre Reginaldo Manzotti reza o NOVENÁRIO PERPÉTUO, com um tema específico para cada semana.

Informamos que o programa SINAIS DO SAGRADO é transmitido pela TV Gazeta diariamente à 01h00 da madrugada, mas como muitos de nossos irmãos e irmãs não podem ver o programa neste horário ou não tem acesso à TV Gazeta em suas regiões, fizemos uma parceria com a Rede Evangelizar para manter a reprise do programa o dia todo no nosso site - http://www.npdbrasil.net.br/tvNPD.htm - para que todos os interessados possam fazer a novena a qualquer momento do dia. Assim, não tem desculpas para não participar desta obra maravilhosa: EVANGELIZAR É PRECISO!

Vale a pena participar da Novena, pois de novena em novena graças e bençãos são derramadas.  E como diz o Padre Reginaldo Manzotti: Só pare de pedir a Deus a graça necessária, quando puder dizer Obrigado, Meu Deus!

Na mesma página você pode assistir também a reprise do programa EVANGELIZA SHOW desta semana usando a opção 2 do player. E depois reze também o Terço da Misericórdia, clicando na opção 3.

Participe e convide um(a) amigo(a) para participar também. Divulgue e Compartilhe!

Vamos Evangelizar, pois EVANGELIZAR É PRECISO!

Uma feliz e santa semana a todos!

EVANGELIZA SHOW – PADRE REGINALDO MANZOTTI

Queridos Amigos e Amigas, Irmãos e Irmãs em Cristo...


EVANGELIZA SHOW
Padre Reginaldo Manzotti

Assistam ao programa Evangeliza Show desta semana no NPDBRASIL - http://www.npdbrasil.net.br/tvNPD.htm - Um programa especial onde o Padre Reginaldo trata do assunto com muita propriedade junto com convidados especiais em cada programa. Assista, compartilhe e indique!

Você precisa ver este programa! Conselho de irmão...

O programa estará disponível no site durante toda a semana para que você possa se programar para assisti-lo. Acesse a Opção "EVANGELIZA SHOW" no vídeo player da página indicada.


Para quem ainda não conhece o programa: ele é feito em três partes: a) a primeira com a leitura orante do Evangelho, apresentação musical, aconselhamento e início das discussões sobre o tema do dia;
b) a segunda parte tem músicas e a continuação do tema com entrevistas, apresentação de pesquisas e reportagens sobre o assunto, interação através das redes sociais e apresentação musical;
c) a terceira parte é dedicada inteiramente à adoração do Santíssimo Sacramento, orações voltadas para o tema tratado no programa e a benção final. Todos os programas são sempre muito emocionantes e vale a pena dedicar uma hora de sua semana no aprendizado de temas importantes, de um pouco de diversão saudável e as orações com a benção do Santíssimo. 

Um programa alegre e com diversas atrações feitas com amor... IMPERDÍVEL...

A reprise do programa fica disponível durante toda a semana... Ah!... Aproveite para falar deste programa e do nosso site - www.npdbrasil.net.br - para seus amigos e amigas. Compartilhe...

AJUDE A DIVULGAR ESTE PROGRAMA, POIS TEM AJUDADO A MUITOS
EM DIVERSOS TEMAS SEMANAIS...

No domingo, nesta mesma página - http://www.npdbrasil.net.br/tvNPD.htm - assista a Missa a qualquer momento, se não puder ir a uma Igreja...  Vá à missa na Igreja de sua paróquia e participe ativamente da celebração, mas se você ou alguém da família não puder ir à Igreja, podem participar através desta página no NPDBRASIL...

Feliz Final de Semana na Paz do seu lar e no amor de sua família...

Um fraternal abraço em Cristo,

Dermeval Neves

DOMINGO É DIA DE MISSA

Caríssimos Irmãos e Irmãs em Cristo Jesus


Todo domingo eu tenho um compromisso: se eu não for à missa fico todo atrapalhado...  Assim começa uma das canções da querida amiga Irmã Carol e que serve de exemplo para todos nós... (ver link do site da Irmã Carol no final da página)

Como é gostoso ir encontrar com Deus e com meus irmãos e irmãs da comunidade na missa de domingo... Melhor ainda quando a gente consegue levar toda a família, pois aí sim a nossa missão de pai e mãe fica completa, pois família que reza unida permanece unida...

Mas, infelizmente tem alguns irmãos e irmãs que por motivo de doença não podem ir à Igreja e para isso eu coloquei no meu site a Missa Gravada para que possam participar do Sagrado Sacríficio Dominical, mesmo que de maneira virtual. 

A missa rezada pelo Padre Reginaldo Manzotti na Matriz de Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba, está disponível todos os domingos no site:


Se você está entre aqueles que não podem ir à Igreja, recomende e assista a missa pelo NPDBRASIL, mas se você está bem de saúde vá a missa e participe ativamente junto com sua comunidade. Garanto a você que vai se sentir muito bem e se for na missa da manhã, aí sim o seu domingo será feliz e completo, com as bençãos de Deus.

Um santo a abençoado domingo a todos nós!

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DEUS, NÓS E A POLÍTICA...

Sei que o texto é longo, mas não podia deixar de exprimir minha opinião de cidadão cristão e peço que você leia e comente, se quiser...

DEUS, NÓS E A POLÍTICA...

Respeito a opinião de quem votou neste domingo, 26.10.2014, e que levou ao resultado que tivemos, mas vejo com tristeza que mais uma vez a desgraça e um futuro negro se abate sobre nosso país...

Cada um de nós precisa evangelizar mais, viver a vida com honestidade e santidade e ajudar cada irmão ou irmã a ter mais fé em Deus... A trazer Deus de volta para suas vidas, para suas casas e suas famílias, pois para o governo quanto mais desesperança em Deus existir, mais eles se fortalecem...

E rogo ao nosso Pai Celestial que tenha piedade de nós os reais trabalhadores que sustentam os pobres desse país, que ao invés de serem instruídos a crescer na vida e buscar sua própria independência através de boa formação e de um trabalho digno, são incentivados a se manter na pobreza sustentada pelo governo...

Pobres mantidos no cabresto perpetuam os dominantes no poder e se sentem felizes, pois são iludidos por uma realidade onde o pouco que recebem do governo para sobreviver lhes parece bastar, pois percebem que não precisam trabalhar e nem estudar... Assim enganados, não enxergam o buraco onde estão se metendo e o resultado nefasto que isso trará para si mesmos, seus filhos e netos...

Não os culpo por agirem assim, porque a real Cultura e Educação de um povo não são metas do governo atual, uma vez que isso abriria os olhos e as mentes de todos seus eleitores cabrestados e dominados por uma mídia perversa e muito bem engendrada e eles seriam eliminados da vida pública para sempre...

Cultura e Educação de um povo não deve mesmo ser meta de nenhum governo, mas sim da consciência coletiva enraizada na mente de cada um que dentro de sua própria casa, junto dos seus familiares, parentes e amigos, buscam desenvolver uma consciência de honestidade, de ética, de amor a Deus, de amor próprio, de amor ao próximo, de uma religião e de uma busca maior pelo bem-estar de todos os seres humanos, amando a todos incondicionalmente...

Só espero que nosso país não se torne como Cuba ou Venezuela com a debandada geral de investimentos estrangeiros que vai ocorrer daqui pra frente, a falência geral do setor sucro-alcooleiro-energético, a degradação da agricultura, o empobrecimento da classe alta e média, o fechamento das indústrias que em sua maioria estão deficitárias com os altos impostos e custos trabalhistas, a escalada da inflação, o baixo PIB sem crescimento à vista no curto prazo, o aumento da corrupção e do enriquecimento ilícito de nossos governantes e políticos em geral, que se aproveitam da impunidade que vigora em nossa amada pátria Brasil em razão das leis que eles mesmos criaram para se proteger dos castigos inerentes aos corruptos e corruptores...

Que cada um de nós tenha a sabedoria de buscar uma vida melhor através do trabalho, do estudo continuado, da preservação da família e da certeza de Deus está em nossas vidas a cada momento.

Que possamos escutar sua Palavra e aplicá-la realmente a cada momento de nossa curta existência...

Que Deus abençoe a todos nós!

Dermeval Neves - 27.10.2014 - 01h58

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Toque do Silêncio

Conta a história que tudo começou em 1862, durante a Guerra Civil Americana, quando o Capitão Robert Ellicombe do Exercito da União estava com os seus homens perto de Harrison’s Landing, na Virginia. OExercito Confederado estava do outro lado de uma estreita faixa de terra.

Durante a noite, o Capitão Ellicombe ouviu os gemidos de um soldado caído gravemente ferido no campo. Sem saber se era um soldado da União ou um inimigo Confederado, o Capitão decidiu arriscar a sua vida e trazer o homem atingido para os cuidados médicos.

Arrastando-se, deitado, alcançou-o e começou a puxá-lo em direcção ao seu acampamento. Quando finalmente alcançou as suas linhas, descobriu que o soldado era na realidade um Confederado, e que entretanto havia morrido. O Capitão acendeu uma lanterna e na obscura luz viu a sua face. Era o seu próprio filho. O rapaz estava a estudar música no Sul quando a guerra começou e, sem falar com ninguém, tinha-se alistado no Exercito Confederado.

Na manha seguinte, o Capitão pediu permissão aos seus superiores para lhe dar um funeral com honras militares, apesar de ser um soldado inimigo: Pretendia que os membros da banda militar tocassem um hino para o funeral, mas os comandantes não concordaram...no entanto, e por respeito ao pai, dispuseram somente do corneteiro da Companhia. Então, o pai pediu-lhe que tocasse as notas musicais que havia encontrado num pedaço de papel no bolso do uniforme do próprio filho. Nasceu assim a melodia executada em funerais militares e que conhecemos como..

TOQUE DO SILÊNCIO

magnífica interpretação de Melissa Venema
Orquestra; André Rieu